notícias COVET | LISTAR TODAS

O perigo do uso de colírios por conta própria

21/02/2017

Um belo dia você acorda e percebe que o olho do seu cão ou gato está lacrimejando. Pode até parecer que está mais fechado. Nesse momento muita gente pensa: "eu tenho um colírio antiinflamatório, mal não vai fazer". E, de repente, um problema que pode ser pequeno acaba ganhando maior proporção.

Ministrar qualquer medicamento por conta própria em seu animal é um risco, adverte a Dra. Rachel Carazzatto, da equipe do Covet - Centro Oftalmológico Veterinário de Santos.

"Há riscos consideráveis na aplicação de colírios sem prescrição e/ou orientação médica, pois muitas vezes o que vemos a olho nú, macroscopicamente, não nos diz o que está ocorrendo de fato, e existem colírios que podem agravar ainda mais determinada situação ocular de um animalzinho ou até mesmo sistêmica, apesar de serem menos comum", explica a médica veterinária.

No caso de um cão com úlcera corneana, por exemplo, o olho afetado se apresenta mais vermelho, com secreção, e o animal apresenta grande desconforto, sinais que podem ser confundidos com inflamação do olho apenas, podendo levar o proprietário a pensar que um colírio antiinflamatório, que já tenha em casa, seja eficaz para aquela situação, porém medicações anti-inflamatórias prejudicam a cicatrização e influenciam na piora do quadro, 

O mesmo pode ocorrer em qualquer outra situação e com diferentes classes de medicações, lembrando que o que vemos ”a olho nú” nem sempre condiz com o que realmente está ocorrendo, e que uma mesma condição oftalmológica pode ter diferentes sinais.

Outra situação que deve ser ressaltada segundo Rachel é o uso indiscriminado de antibióticos. O uso dessas medicações sem necessidade pode alterar a microbiota natural do olho, deixando-a mais susceptível a possíveis infecções, além estimular a resistência a essas medicações, fazendo com que a gama seja diminuída em casos que haja necessidade do uso.

Portanto, ao notar algo de diferente nos olhos de um animal, deve-se colocar o colar Elizabethano (rígido) e pingar colírios lubrificantes somente, até que seja atendido por um profissional especializado na área. 

Covet © 2010 | 2014

Rua Paraíba, 18 - Pompéia - Santos/SP - Tel. (13) 3349-7950 ou 3225-1368